Heterofobia no ar!

Posted on abril 26, 2010 por

8



Parece que virou moda os homofóbicos fazerem-se vítimas de heterofobia. Eles afirmam que tudo, qualquer coisinha que falam ou fazem  é tachado como homofobia e eles têm sofrido por não poderem expressar livremente suas opiniões sobre os homossexuais… Só eu que noto a ignorância disso?

Acho que os homossexuais adorariam que seus problemas se resumissem apenas à liberdade de proferir declarações heterofóbicas não é mesmo? Acho que isso é bem refrescante quando se é espancado, achincalhado e se tem 78 direitos civis negados por gostar de alguém do mesmo sexo, verdade?

Pois bem, como sempre, os opressores quando percebem a pressão social em cima deles sobre como se comportam, que ficam lhes mostrando que não podem não falar e fazer o que quiserem, que não podem agredir verbal e fisicamente outras pessoas por serem diferentes, se fazem de vítimas.  Por isso agora eles se sentem uns coitados que sofrem com a heterofobia – que é aversão às pessoas ou atos heterossexuais.

Agora percebam o que nossos indefesos amigos acreditam ser  heterofobia, que tanto sofrimento tem lhes trazido:

– Não podem dizer que homens só contraem HIV se forem homossexuais;

– Não podem dizer que pessoas homossexuais são aberrações da natureza – é aberração por que um casal de homossexuais (gay ou lésbico) não pode procriar, logo, não é natural;

– Não podem dizer que homossexuais são pecadores e devem deixar de pecar (deixar de ser homossexual) para ser aceito por Deus – Deus só ama e aceita aqueles que andarem na sua linha;

– Não podem xingar ninguém em paz de viado, bicha e similares, pois sempre vem alguém dizendo que ele é homofóbico – ora, eles quando chamam alguém de viadinho é no sentido mais carinhoso do mundo, não é por considerá-lo aquém dos outros homens, não mesmo;

– Não podem mais falar o quão nojento e asqueroso acham um casal de homossexuais andando de mãos dadas, trocando carícias como um casal heterossexual na rua – entendam, homossexualidade é errado, doença, pecado, então as crianças não podem ver nas ruas;

– Não poder mais demonstrar o quanto acham repugnante que seu colega de trabalho goste de homens  – fala sério, vai saber se o cara não dá uma conferida no equipamento dele no banheiro e sai contando para geral;

– Não podem bater, espancar alguém por ser homossexual (seja por achar pecado, seja por achar aberração). Eles não podem nem descontar sua raiva, coitados!

– Não podem matar homossexuais e saírem impunes – aposto como devem adorar países como Uganda.

Gostaria de saber desde quando que liberdade de expressão se tornou sinônimo de falta de respeito ao próximo, preconceito, discriminação e crueldade, por que daqui a pouco teremos pessoas dizendo que são perseguidas por serem nazistas ou racistas. Que suas crenças não são respeitadas pelos antinazistas ou antirracistas, afinal, eles também têm o direito de falar que detestam judeus ou negros, não é mesmo?

Então é isso, agora eles se sentem tolhidos, oprimidos, por que sempre que falam um “que viado!” no maior carinho surge alguém e diz “homofóbico!” na maior recriminação.

Dá pena deles, não é mesmo?

Pois saiba, caro homofóbico que acha que sofre com a heterofobia, que até que você seja xingado, apanhe, seja excluído, achincalhado e até assassinado simplesmente por ser heterossexual, ou seja, as pequenas coisas que você faz ou deseja fazer com homossexuais e que não te permitem fazer, você não é vítima de heterofóbicos. Você sofre é de homofobia, covardia e estupidez – por que sequer conhece os termos que utiliza.

E mais uma coisa, não existe preconceito contra nazistas, racistas, machistas, homofóbicos, femistas, heterofóbicos etc. por que estas são ideologias preconceituosas existentes, ou seja, se eu não gosto de homofobia, não estou sendo preconceituosa, já que não estou falando que gays são melhores do que os outros e sim afirmando que você, homofóbico, não tem direito de ofender alguém por ser gay, consegue perceber a diferença? Quando um pessoa é antinazista, ela não está dizendo que nazistas devem morrer, que são escória, mas sim apontando que o nazismo – ideologia que acredita que judeus são lixos – deve ser combatido. O mesmo serve para as demais ideologias discriminatórias, portanto, uma pessoa anti-homofóbica não é heterofóbica e nem quer que o homofóbico morra e sim que ele pare de discriminar homossexuais.

Para que vocês possam visualizar melhor a situação, deixo-lhes um poste excelente de o Elie Silvério do HOMOFOBIA JÁ ERA.

Agora que já comentei sobre essa nova moda deturpada e sem fundamento, posso me recolher ao meu mundinho

Tenham uma boa semana!

Anúncios